Ministro dos Transportes assina duplicação da BR-153 - Costa e Brito
Novidades

Ministro dos Transportes assina duplicação da BR-153

O Ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, veio a Rio Preto ontem, para assinatura do contrato de duplicação da rodovia BR-153, projeto de quase R$ 190 milhões

O ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, esteve ontem em Rio Preto, para assinatura do contrato de duplicação da BR-153. A solenidade aconteceu na sede da Acirp (Associação Comercial e Empresarial de Rio Preto).

O consórcio formado pelas empresas Encalso-Bandeirantes-Coplan-Astec foi considerado o vencedor da licitação ao oferecer um valor de R$ 186, 9 milhões para duplicar os 17 quilômetros do trecho urbano da rodovia que corta Rio Preto.

De acordo com o ministro, a expectativa é que todo o trabalho seja iniciado até o mês de dezembro. “Estou em contato com o pessoal do Dnit no sentido de acelerar isso, ou seja, que possamos, antes de dezembro, ter um grande volume de obras iniciadas”, destacou Passos.

Sobre o complemento da obra, o ministro destaca que existe um prazo total estabelecido. “O prazo total é de 30 meses, mas a competência do consórcio construtor é que vai estabelecer o prazo correto. Pode ser que até antecipe este prazo”, acrescentou.

No percurso dos 17 quilômetros de Rio Preto serão várias frentes de obras. “Teremos a construção de viadutos, de vias laterais, a própria duplicação de pistas de 3,2 quilômetros, pontes, passarelas. São várias frentes trabalhando simultaneamente”.

Paulo Sérgio Passos justificou a demora para o início dos trabalhos à dificuldade de solucionar questões burocráticas, tanto que enalteceuo empenho da administração municipal nas desapropriações. “Primeiro tivemos um projeto com algumas inconformidades que precisaram ser examinadas. Os projetos precisavam obedecer padrões técnicos exigidos pela autoridade rodoviária federal, que é o Dnit. Tudo isso demanda tempo.”

Atualmente, um pequeno trecho da rodovia que fica entre o Distrito Carlos de Arnaldo e o trevo de Talhado está em obras para duplicação. Esses 2,6 quilômetros é parte de um acordo entre o governo federal e a Transbrasiliana- concessionária responsável pela rodovia – com gastos de cerca de R$ 20 milhões.

Prefeito diz que fez tudo o que pôde
O prefeito Valdomiro Lopes, que ontem recepcionou o ministro dos Transportes, no Salão da Acirp, destacou que fez tudo o que cabia ao município para tentar solucionar o problema da BR-153. “Fizemos o primeiro projeto, depois fizemos as desapropriações, e mais do que isso, conseguimos as áreas, com 99% sem gastar nenhum tostão da Prefeitura, pois fizemos negociação com os proprietários. Está tudo pronto para o início das obras”, destacou o prefeito.

Valdomiro Lopes observou ainda que o processo de desapropriação foi feito de forma gradativa, ou seja, na medida que era esperada a aprovação em Brasília, concomitantemente a administração foi adiantando e tentando abrir as negociações.”Hoje, praticamente 100% foram passados para a Prefeitura. Nós não temos as escrituras, mas temos a autorização dos donos para fazer a obra, razão pela qual os trâmites legais foram realizados e agora só falta iniciarr o trabalho”, completou.

Reportagem: Alexandre MAMEDE
Fonte: DHOJE INTERIOR